A WeWork poderá pedir aos membros informações pessoais ou financeiras via telefone ou e-mail?

Para impedir que os membros sejam alvo de phishing e potencial divulgação indevida de dados pessoais, a WeWork proíbe o pessoal de solicitar informações pessoais ou financeiras dos membros através do telefone ou de e-mail. Phishing é uma forma de ataque de engenharia social que tenta obter informações confidenciais ao apresentar-se como uma entidade fidedigna por telefone ou e-mail.

Para ajudar a prevenir que os membros fiquem sujeitos a estes esquemas, criámos uma lista de formas para identificar chamadas ou e-mails falsos:

  • Um e-mail de phishing pode conter erros gramaticais, ortográficos ou de pontuação. A comunicação externa da WeWork é analisada por meio de protocolos rígidos de garantia de qualidade antes de ser divulgada aos membros. Por este motivo, é muito improvável encontrar erros gramaticais, ortográficos ou de pontuação num e-mail autorizado pela WeWork.
  • Um e-mail ou uma chamada de phishing pode incluir um pedido urgente de informações pessoais ou financeiras. A WeWork NUNCA solicita o número de Segurança Social, palavras-passe ou o número do cartão de crédito de um membro por e-mail nem por telefone.
  • Um e-mail de phishing pode solicitar aos membros que cliquem numa ligação incorporada. Por precaução, os membros da WeWork devem manter o ponteiro do rato sobre ligações dissimuladas, para revelar o verdadeiro endereço Web antes de clicarem.

Se suspeita que recebeu um e-mail ou uma chamada telefónica de phishing ou fraudulenta, envie um pedido de suporte.